Cine Trailers

A revolta do palhaço

Coringa, do diretor Todd Phillips, é uma história original e fictícia sobre o icônico vilão nunca antes vista no cinema. A versão de Phillips sobre Arthur Fleck, interpretado de maneira memorável por Joaquin Phoenix, mostra um homem lutando para se integrar à sociedade despedaçada de Gotham. Trabalhando como palhaço durante o dia, ele tenta a sorte como comediante de stand-up à noite... mas descobre que a piada é sempre ele mesmo. Preso em uma existência cíclica, oscilando entre a realidade e a loucura, Arthur toma uma decisão equivocada que causa uma reação em cadeia, com consequências cada vez mais graves e letais, nesta exploração ousada do personagem.

Já há algum tempo, circulava a notícia da possibilidade de que outros filmes sobre o vilão de Gotham estariam sendo planejados. Fonte: Warner Bros. Pictures

O longa-metragem dirigido por Todd Phillips também criou conflitos com o outro ator que recentemente viveu o personagem nos cinemas: Jared Leto, intérprete do Palhaço do Crime na franquia de Esquadrão Suicida.

Uma voz de tirar o fôlego!

Bohemian Rhapsody

Por si só, os números referentes ao filme "Bohemian Rhapsody", sobre a banda Queen, estimulam a assisti-lo. Mas, como nem sempre dois e dois são quatro... que outros atributos da produção nos moveriam a tal?

Rami Malek mostra-se versátil ao interpretar Farrokh Bulsara, nascido na Tanzânia, e que viria a ser conhecido mundialmente como o astro do rock Freddie Mercury.

Ben Hardy, Gwilyn Lee e Joseph Mazzello completam a banda, também em interessantes performances.

Naturalmente, abordar a vida pessoal de figura tão emblemática, incluindo sua orientação sexual e a Aids, faz muita gente se remexer nas cadeiras das salas. Mas... isso é o cinema!

E, segundo os fãs, apesar da cronologia fugir um pouco à realidade, “Bohemian Rhapsody” é de tirar o chapéu... e o fôlego! Nada mais justo considerando tratar da vida de uma das vozes mais potentes incríveis da história.

V.M.